Ledo engano… – Gizelle Gelinsky
Ledo engano…

Ledo engano…

ggcc_maes 2016 capa
Ledo engano…

Não, querida…
Não é um mar de rosas.
Maternidade dói…
Mesmo não sentindo o serzinho dentro de você, ele, na maioria das vezes, já bagunça todo o mundo de hormônios que te compõe…
E você vai perder o seu centro: Gravitacional, de Bem-estar, ficar maluca…
Isso quando, se for uma gravidez de risco, além de atingir todos os teus maiores “calos” (rinites, sinusites, labirintites, enjoos etc.), mesmo assim você vai lutar para mantê-lo ali, seguro…
Aí vem o nascimento…
Ah… Independente de como ele será, será uma grandiosidade na sua vida…
Seja pela dor do parto, pelo corte da cesárea, a agulha da anestesia, o “cuidado com a pressão alta”… tudo isso passa quando você vê pela primeira vez aquele rostinho…
Aí vem aquele amor… Aquele amor que é tão grande, tão inexplicável… que Dói!
Sim, amor de mãe Dói!
Rasga!
Mas isso é só o começo…
Vem a amamentação (e querida, tomara que consigas, porque é “uma mão na roda”), mas antes que a coisa engrene, amamentar DÓI! Muitooooooo….
Sangra…
Aquela criança que quer tanto o teu leite, o teu cheiro, o teu calor… mas você chora de dor, porque amamentar, no começo, Dói muito! Mas depois passa e você esquece…
Como esqueceu a dor do parto, do corte da cesárea, da agulha da anestesia, do “cuidado com a pressão alta”…
E você se depara com outras preocupações (que vão muito além do formato que ficou o seu corpo, o “forninho”)…
São preocupações com cólicas, se está se alimentando direito, pegando peso, “está crescendo, Dr.?”…
E quando eles ficam doentes?
Como queremos trocar de lugar com eles… E aí Dói mais uma vez… e toda vez que eles ficarem doentes…
Porque o nosso bem-estar não interessa mais…
Queremos eles bem, felizes, fazendo arruaça em casa. Porque criança brincando, bagunçando, é criança feliz e saudável!
Mas, mesmo assim, Doendo tanto, Mãe é um bicho esquisito mesmo!
Não trocaria nada disso, por não tê-los perto!
Pergunta para qualquer uma!
A resposta será a mesma: “Faria tudo de novo!”
“Passaria tudo de novo!”

Foto: Jaciara Battellini

Texto: Gizelle Gelinsky Assessoria em Comunicação.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *